Pesquisar
Close this search box.

Descubra O MAPA COMPLETO Para Fazer Vendas TODOS OS DIAS Na Internet

Seja você Afiliado, Produtor, Coprodutor, Dono de PLR, Prestador de Serviços ou até Gestor de Tráfego…
Douglas Castro

sou economista de formação, com duas pós-graduações, uma em Marketing Digital e outra em Gestão de Pessoas. Fiz carreira no Mercado financeiro, até que em 2015 eu resolvi mudar minha vida profissional por estar infeliz no Trabalho… Foi aí que surgiu o Marketing Digital na minha vida e a parceria com o Alex Vargas. Atualmente sou…

💡Especialista de Negócios Digitais

Descubra O MAPA COMPLETO Para Fazer Vendas TODOS OS DIAS Na Internet

Vale a pena Anunciar no Facebook?

Sumário

Investir em anúncios online é algo muito importante se você deseja vender na internet, mas será que vale a pena anunciar no Facebook? 

Saber se deve ou não investir dinheiro no Facebook Ads é uma dúvida muito comum em quem está começando a tentar ganhar dinheiro online, e isso inclui tanto afiliados quanto pessoas que têm outro tipo de negócio na internet. 

Essa dúvida é comum porque, por mais que o Facebook seja uma plataforma muito conhecida, ao tentar criar anúncios, muitas pessoas se deparam com o seguinte problema: bloqueio de conta. 

DESCUBRA COMO FAZER VENDAS NO AUTOMÁTICO SEM APARECER E INVESTINDO POUCO

Seja você Afiliado, Produtor, Coprodutor, Dono de PLR, Prestação de Serviços ou queira vender QUALQUER COISA online

Para que você tenha noção, qualquer pessoa pode passar por essa situação. Eu mesmo, enquanto gravava uma aula, tive a minha conta bloqueada pelo Facebook. 

Bem, esse problema realmente atinge muitas pessoas, mas será que ele deve ser um motivo para você não querer anunciar nesta ferramenta de tráfego pago? 

Quando a sua conta é bloqueada, você pode usar uma conta “reserva” ou de algum conhecido, mas será que vale a pena esse esforço? 

Se você também se questiona sobre essas questões, neste artigo, conseguirá entender melhor se vale a pena anunciar no Facebook. 

Continue a leitura e descubra! 

Pontos negativos de anunciar no Facebook 

Para entendermos se vale a pena ou não anunciar no Facebook, a primeira coisa que precisamos saber e analisar são os pontos negativos, e alguns deles são: 

1. Bloqueios acontecem

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que bloqueios acontecem. Inclusive, em nichos que não deveriam acontecer, 

Eu já vi bloqueio em nicho de crochê e maquiagem, nichos que jamais imaginei que poderia acontecer e aconteceu. 

Portanto, infelizmente, os bloqueios realmente acontecem e você precisa estar preparado para isso. 

2. Múltiplas regras de política de privacidade

Muitas vezes, essas regras não são muito claras, não são explícitas dizendo o que devemos ou não fazer. 

Claro, quando alguém vem para os nossos treinamentos, orientamos para que leia as políticas. 

Porém, isso não é suficiente. Isso porque muitas vezes as políticas são interpretativas. 

Com isso, você acha que está tudo certo e daqui a pouco o seu anúncio vem dizendo que é de marketing multinível, mas você não tem ideia do que é isso. Ou então, sua imagem ou vídeo podem ser rejeitados. 

Então, essas coisas que acontecem não fazem o menor sentido quando anunciamos. Mas sim, elas acontecem e precisamos conhecê-las para nos blindar o máximo possível. 

Devido a essa quantidade enorme de regras que tem no Facebook, você precisará parar um tempinho para estudar as políticas de anúncio da plataforma. 

Isso é um ponto negativo, já que você poderia estar focando em outras estratégias de marketing e anunciando, mas você precisará dedicar esse tempo para entender as regras.

3. Sistema pouco intuitivo

Essa é uma opinião muito particular, mas eu vejo o Google Ads – plataforma de tráfego pago do Google – muito mais intuitivo do que o Facebook Ads na hora de anunciar. 

O sistema do Facebook Ads tem tantas opções para escolher e preencher, que acabam confundindo as pessoas. 

Outro ponto é que a plataforma muda o gerenciador de anúncios dela o ano inteiro. 

Aconteceram umas 5 ou 6 mudanças por ano.

Algumas vezes – já aconteceu comigo e com o Alex Vargas -, acabamos de gravar uma aula e o Facebook Ads muda a interface inteira. 

Para o usuário que está fazendo os anúncios, isso é pouco intuitivo para ele. Isso dá uma gera uma barreira para poder anunciar. 

4. Precisar de um perfil pessoal para anunciar

Outro ponto negativo que não faz o menor sentido é o Facebook Ads exigir um perfil pessoal para que os anúncios sejam criados. 

Imagine um banco precisando de um perfil pessoal para anunciar, é impossível pensar em uma coisa assim. 

Se você for analisar o Google Ads, você só precisa de um e-mail. Com a conta do e-mail, você cria uma conta com o seu CPF ou CNPJ. O ideal é que o Facebook Ads também funcionasse assim. 

O Facebook deveria permitir que você fizesse o cadastro como anunciante, separando o perfil pessoal. 

O que acontece é que as pessoas acabam tomando bloqueio e elas não podem mais usar o perfil delas para criar os anúncios online. Inclusive, isso acontece com grandes empresas. 

Com isso, para continuar anunciando, é necessário usar perfis de outras pessoas que não estão diretamente ligadas ao negócio. 

Essa é uma opinião pessoal minha, mas vejo a questão como um grande dificultador para as empresas que estão indo agora para o marketing digital. 

5. Você precisa de uma contingência

Devido à questão anterior, sobre o perfil, você precisa de uma contingência. Mas o que isso quer dizer? 

Significa que você precisa de perfis e estruturas de anúncio reservas que vão te permitir continuar anunciando quando a conta que está anunciando atualmente tomar um bloqueio. 

Inclusive, no Método Turbo Tráfego, nosso treinamento especializado em geração de tráfego, temos três níveis de contingência, para: iniciantes, intermediários e avançados. 

Isso é feito para que quem começar a anunciar possa continuar anunciando e não tenha problemas com bloqueios. 

Tem alguma coisa boa em anunciar no Facebook Ads? 

Até agora, você conferiu apenas os pontos negativos em anunciar no Facebook Ads. Porém, será que existem pontos positivos em investir nessa opção de tráfego pago? 

Nós, como profissionais de marketing ou empreendedores digitais, temos que alcançar o nosso público-alvo. 

Ou seja, temos que estar onde nossos potenciais clientes estão. E sabe onde eles estão? No Facebook e no Instagram! 

Só por conta disso, somos obrigados a estarmos inseridos nessas plataformas para conseguirmos gerar leads e vendas. Para fazer isso, pode optar por dois tipos de estratégias: orgânicas e pagas. 

No Facebook, estratégias orgânicas não funcionam mais. No Instagram, dá muito trabalho. 

Então, para alavancar o nosso posicionamento nessas plataformas, precisamos investir no Facebook Ads, porque somente pagando conseguimos aparecer. E para pagar para aparecer temos que ter a conta na plataforma. 

Logo, qualquer negócio online, qualquer modelo de negócio digital, precisa de um mínimo de posicionamento no facebook Ads. 

Estratégia mínima para Facebook Ads

Para ter sucesso com o Facebook Ads, você precisa ter uma estratégia mínima para anúncios online. 

Sabendo que você precisará disso, qual seria então a estratégia mínima para um negócio online? Entenda alguns pontos importantes a seguir.

Captura de leads

Eu considero o Facebook Ads como a melhor maneira de capturar leads no momento. A plataforma é muito boa para você capturar esses contatos para o seu funil de email marketing, WhatsApp, Instagram e assim por diante. 

Você consegue atrair leads a partir de interesse, criando uma isca digital ou uma copy persuasiva para atrair essas pessoas para o seu negócio. 

Vale dizer que leads são potenciais compradores do produto que você promove ou que vende como produtor ou afiliado, não importa o modelo de negócio em si. 

Remarketing

Outro ponto muito importante para uma estratégia mínima para o Facebook Ads é o remarketing. Isso porque ele irá literalmente seguir os leads. 

Isso é importante porque dificilmente alguém irá comprar logo no primeiro clique gerado pelos seus anúncios. 

Com o remarketing, essas pessoas que clicaram e não converteram para clientes, serão “seguidas” pelos seus anúncios. 

Vale dizer que esses anúncios que irão atingi-las deverão ser pensados em levá-las novamente para a sua página de vendas ou as incentivem a tomar a ação que você deseja. 

Onde os seus leads estiverem, seja no Facebook ou no Instagram, você aparecerá novamente para eles. 

Isso é muito importante para reafirmar a necessidade que as pessoas têm por um produto e levá-las até o momento de compra. 

Vale dizer que normalmente as pessoas precisam de 7 a 10 contatos com o produto antes de tomar a decisão de comprá-lo e é aí que entra o remarketing. 

Conclusão

Investir em tráfego pago é algo muito importante para quem deseja vender na internet e, por esse motivo, é necessário levar em consideração todas as opções para criar anúncios online. 

Uma das opções mais conhecidas e utilizadas para tráfego pago é o Facebook Ads, mas é necessário compreender se realmente vale a pena apostar nessa opção. 

Depois de analisar todas as questões acima – os pontos negativos e os positivos -, e com a experiência que já tenho em anunciar, minha conclusão é: sim, vale a pena anunciar no Facebook Ads! 

No entanto, não podemos esquecer dos seus pontos negativos. A questão é que esses pontos existem, mas podemos nos preparar para eles com estratégia e planejamento. 

Eu conheço várias pessoas que nunca deixaram de anunciar por estarem preparadas para investir em tráfego pago no Facebook Ads. 

Espero que tenha gostado do conteúdo e que agora esteja muito mais claro para você se realmente vale a pena criar anúncios online no Facebook! 

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Grupo Telegram